segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Corrida e o fim da enxaqueca!

Dentre os diversos benefícios que a corrida me proporcionou, sem dúvida alguma foi o fim da minhas crises constantes de enxaqueca. Sempre tive muitas crises e cheguei a aprender a lidar com a dor, já fazia parte da rotina...tipo: ai, hoje estou com enxaqueca.

No Brasil, em média 15% da população sofre com enxaqueca, principalmente mulheres. Nos meus treinos de corrida que começaram ano passado eu sempre sentia uma dorzinha de cabeça no final do treino, porém depois de muitos e muitos treinos minha enxaqueca foi desaparecendo, desaparecendo...até que me dei conta que não tenho mais nenhuma crise.

Algo que ajudou muito também foi beber bastante água (quase 2 garrafinhas 500ml)  antes do treino de corrida e após o treino (umas 3 garrafinhas 500ml), 

Eu já havia tentado remédios e acupuntura, mas uma vez um médico me disse que para cada pessoa pode funcionar uma coisa ou outra e que é preciso testar para ver como o organismo responde. No meu caso, a corrida foi um santo remédio e agora não consigo viver sem. Para quem tem crises de enxaqueca sugiro o mesmo, ver como seu organismo responde. Não pensem também que o resultado é rápido, levei um ano para me acostumar a correr sério, até virar um hábito mesmo, um excelente hábito por sinal.

Não quer dizer que não sinto mais dor de cabeça, teve até um domingo que acordei com uma leve dorzinha incômoda e estava me preparando para correr. Imaginei que ia correr no maximo 1K, mas aí fui correndo, correndo, correndo pelas ruas do Cambuci e quando me dei conta já está no Parque da Independência no Ipiranga e voltei para casa correndo, no total deu 12K. Nesse caso, a corrida ajudou a acabar com a dorzinha incômoda e se fosse antes, essa dorzinha já seria a desculpa para nem sair da cama.

Quando você começa a correr, muita coisa muda e sem dúvida a disciplina e o compromisso com a corrida é praticamente um relacionamento. Tem blogs que leio de corredora que dizem que é praticamente um casamento, muitas vezes mais duradouro que o próprio casamento. O meu relacionamento com a corrida tem uns 4 anos, sendo que os 3 primeiros anos ficava nas corridas de 5K, tem 1 ano que treino para 10K e agora começo a tentar entrar no mundo dos 21K.

3 comentários:

  1. Iara...vc é uma excelente profissional em tudo que faz. Admiro você...Beijos...Bia.

    ResponderExcluir
  2. Que legal Iara! Sinto sua paixão pela corrida e isso me inspira. Quando crescer quero ser igual a vc 😉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silviaaaaaa!

      Eu que sou sua admiradora!!!!!!

      bjossss

      Excluir